Viagem: Pico da Bandeira

Iae Galeraa.

Sei que to sumido, mas é por um motivo supremo que se chama VESTIBULAR, quem está passando por isso sabe como é. Esse final de semana (02/10) eu viajei com a galera da escola (os formandos) e alguns outros pra nos divertir e aproveitar esse momento e foi magico -haha- Subimos o pico da bandeira que é a 3ª maior montanha do Brasil. *0* Olha foi uma luta, mas eu consegui e foi maravilhoso. 


Junto com a escola saímos na sexta as 1 da manha e chegamos la no Alto Caparaó, municio de Minas Gerais, que faz divisa com o Espirito Santo as 6 da sexta, tomamos um café reforçado e começamos a preparar as coisas pra concluir o primeiro trajeto que era uma subida de Gipe radical até o acampamento conhecido como Tronqueira. que já tem uma altitude bem elevada, com direito a um mirante com uma vista de tirar o folego. 

Mirante na Tronqueira
Passamos o dia descansando, jogando, socializando, foi uma viagem para tirar todo o stress de vestibular que está começando a ficar pesado. E com certeza posso dizer que essa foi a melhor ideia de formatura. O lugar além de ser lindo traz uma energia tão positiva e de paz que sei la, é inexplicável.






Foi só ouvir a palavra CACHOEIRA que todo mundo levantou a bunda do chão e corremos pra poder dar um tchibum. Foi bem dificil chegar, mas quando chegamos não teve um que não ficou boquiaberto com a beleza natural do lugar. As águas cristalinas cercadas por cadeias de montanhas estavam escondidas para que o humano não a estrague, e ainda bem que não estragou, porque olha, é lindo demais de se ver. 

Depois desse momento descontração, foi hora de voltar pro acampamento, porque logo mais iriamos dar inicio a trilha, e não ia ser moleza, não foi moleza. Começamos a subir era umas 22hrs da noite de sexta e chegamos na primeira parada no Terreirão, as 00hrs, chegando la ficamos descansando por umas duas horas, e ai o bicho pegou, porque a temperatura começou a cair até que em um certo momento estava fazendo 3° c. Muita gente teve inicio de hipotermia, eu mesmo quase tive, mas isso não me abateu, quis subir de qualquer jeito. E ai começamos a subir a segunda parte, e mais três horas depois chegamos ao topo, e em questão de minutos o sol começou a nascer e ai, foi uma emoção que não dá pra conter a não ser chorar. Uma visão que você nunca terá na sua vida, o caminho é difícil mas é recompensado pela beleza natural do local, na descida quando você olha por onde passou durante a madrugada se faz diversas vezes a pergunta "COMO EU PASSEI POR AQUI". 




Super recomendo, vale muito a pena, por tudo, pela experiencia pelo contato que você mantem com a natureza, é bom pra alma, pro corpo, só lhe digo uma coisa, se prepare antes, pois o caminho é difícil e muitas vezes você ira pensar em desistir, até hoje eu não consigo subir escadas como antes. Mas vale muito a pena. Uma viagem barata, que vale a pena e que além da beleza do lugar você ainda sai restaurado de lá. 

0 comentários