Flerte na Balada


A noite está rolando, a musica está contagiante, mas algo esta errado, os amigos estão se divertindo, mas você não está 100%, até que você avista aquele gatinho, ele pode não ser o gato malhado, das novelas da globo, mas é a sua opinião que importa. Os olhares se encontram e o flerte começa, a dança até muda, e fica uma dança mais sensual independente da musica, A dança da conquista. O momento propicio do encontro fica cada vez mais perto e a distancia entre os dois corpos fica cada vez menor. Um aperto de mão e o primeiro Oi, com o sorrido estampado no rosto, fica difícil de se enxergar por causa da pouca luminosidade de uma balada, mas impossível não ver. O mundo para, e você fica sem reação, bom o que fazer? retribuir o aperto e sorriso certamente. O rosto dele se aproxima de seu ouvido, e as primeiras palavras são ditas, sejam elas "Qual seu nome?" ou "Que sorriso lindo" etc. Sua reação é impagável e a vermelhidão e difícil de se conter, seu olhar desce e você fica bem envergonhado, você retribui com outra pergunta ou algum outro elogio, na sua cabeça alguém vai dizer, "Não fique acanhado, fale algo, puxe assunto" mas talvez você esteja tímido o bastante para isso, mas mesmo assim não deixa que o clima acabe, e faz aquilo que as mil borboletas no seu estômago estão dizendo. Depois de um certo tempo ou nem tanto tempo assim, o clima esquenta e o envolvimento fica ainda mais favorável, O toque na mão e os olhares ficam sensíveis o bastante para que toda a barulheira da musica e aquele monte de gente desapareçam, e você fique ali sozinho com sua paquera, a aproximação fica inevitável e o beijo acontece, beijo doce ou nem tanto, começa calmo e aumenta ou já começa bem quente e aquela pegação fica bem intensa em pouco tempo. Tudo isso vai depender de você e sua disponibilidade, de sua ousadia, e de sua vontade. Se você pensar no que as pessoas ao seu redor vão pensar, não conseguirá chegar a lugar nenhum, se tiver com vontade de beijar, beije, se o beijo for ruim arrume uma desculpe e desapareça, a coisa mais chata que existe é quando você tem que falar que não gostou do beijo de alguém, não seja um chato também de desaparecer sem dar uma boa desculpa. Da mesma forma que você não gostaria de ser largado não largue alguém, e lembre-se a segunda chance pode sempre ser a melhor. E se a paquera rolou mas não rolou contato físico mais conhecido como beijo, não é motivo para ficar desesperado, troque telefone, facebook e quem sabe num futuro próximo role e seja melhor do que teria sido. 

0 comentários